Organização dos Estados Americanos (OEA)


Em 2001, duas pequenas palavras protagonizaram o maior protesto antiglobalização do século: livre comércio.
A 3ª cúpula das Américas, sediada no Canadá, foi um encontro de todos os líderes do ocidente. Também foi o local de encontro de milhares de manifestantes que vieram protestar contra a negociação de uma área de livre comércio das Américas (ALCA) - um plano de extensão do NAFTA para todo o hemisfério ocidental.
A ALCA foi uma tentativa de criação de um bloco econômico que visava a redução de tarifas e barreiras econômicas no continente americano e tinha como uma das discussões centrais o direito de propriedade intelectual e a consolidação dos mercados e das tecnologias. Mas, além destes, a ALCA tinha como foco também: acesso a mercados, agricultura, compras governamentais, investimentos, política de concorrência, serviços, solução de controvérsias, subsídios e diversas outras pautas duramente rejeitadas por diversos países da América do Sul e grupos contrários ao imperialismo estadunidense, e assim, o debate da ALCA foi adiado.
Esse comitê na IV SIUR será uma simulação da 8ª Cúpula das Américas, ocorrendo em Abril de 2018, na qual os líderes dos países membros da Organização dos Estados Americanos (OEA) se reunirão a fim de negociar um tratado e reviver a adiada ALCA.
A Carta da OEA lista um de seus principais objetivos como “promover, por meio da ação cooperativa, seu desenvolvimento econômico, social e cultural.” Nesta cúpula, os estados-membros da OEA se unirão para completar esta cláusula da Carta. Através de cooperação mútua, negociação, e compromisso, o desenvolvimento econômico pode ser assegurado nas Américas para as futuras gerações.
São os diretores: Andrei Dias, Gabriel Andreghetto e Vinícius Cravo


Total de visualizações de página

SiUR NO FACEBOOK